EFELondres

O Chelsea despediu o seu treinador, Frank Lampard, devido aos maus resultados obtidos esta época, informou a equipa londrina esta segunda-feira.

Segundo o canal de televisão Sky Sports, o sucessor de Lampard à frente da equipa será o alemão Thomas Tuchel.

Com esta decisão, o antigo médio do Chelsea, de 42 anos, deixa o posto após apenas 18 meses e com a equipa em nono lugar da Premier League.

A sua última vitória foi este domingo, vencendo o Luton por 3-1 na Taça de Inglaterra.

"Foi uma decisão muito difícil, e que não foi tomada de forma ligeira pelo proprietário (Roman Abramovich) e a direção", assinalou o clube em comunicado.

Segundo o Chelsea, "os recentes resultados e atuações não responderam às expectativas do clube, deixando-o a meio da tabela sem nenhum caminho claro rumo a uma melhoria".

O clube descreve Lampard como "lenda", mas considera necessário uma mudança para que a equipa tenha tempo de endireitar a época.

No mesmo comunicado, Abramovich destacou a "excelente relação pessoal e o respeito" que sente pelo técnico, mas considerou conveniente substitui-lo "nas atuais circunstâncias".

"É um ícone importante deste grande clube e o seu estatuto aqui não diminui. Será sempre bem-vindo em Stamford Bridge", ressaltou o proprietário.

Segundo a imprensa britânica, Lampard, que assumiu o cargo em julho de 2019 com um contrato de três anos em substituição de Maurizio Sarri, será substituído por Tuchel, por sua vez despedido no passado dezembro do PSG.