EFEGenebra

O Comité Olímpico Internacional (COI) cedeu esta terça-feira à pressão de federações e governos e confirmou em comunicado que os Jogos Olímpicos de Tóquio foram adiados "até ao verão de 2021, o mais tardar" por causa da pandemia do coronavírus.

O COI confirmou a mudança de planos depois do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, ter solicitado hoje o adiamento de um ano do maior evento desportivo do mundo numa conversa telefónica com o presidente do COI, Thomas Bach, que até ao momento estava reticente em mudar as datas originais (de 24 de julho a 9 de agosto de 2020).

Esta é a primeira vez que um ano bissexto não recebe os Jogos Olímpicos de Verão desde que as edições de 1940 em Tóquio e 1944 em Londres tiveram que ser canceladas por causa da Segunda Guerra Mundial.