EFEMadrid

O clássico entre Barcelona e Real Madrid, partido da 10ª jornada da Liga espanhola inicialmente programado para o próximo dia 26, foi adiado devido à conturbada situação política na Catalunha, palco de grandes protestos após a condenação de nove líderes separatistas.

O Comité de Competição da Federação Espanhola de Futebol (RFEF) estudou esta quinta um pedido inicial da Liga que a ordem do campo fosse invertida. Com isso, o clássico seria disputado no Santiago Bernabéu, em Madrid, mas a possibilidade foi rejeitada pelos dois clubes.

O presidente da Liga, Javier Tebas, disse à Efe que a entidade decidiu pedir a mudança, pois entendia que a realização do clássico representava um problema de segurança e político.

"Nós temos um departamento de inteligência que rastreia fóruns, ambientes digitais e detetou-se que o clássico era uma ocasião especial, delicada, devido aos grupos que estão a gerar essa onda de violência em Barcelona", afirmou.

A data do encontro deve ser definida na próxima semana, mas a Liga espanhola deseja que o clássico seja disputado no dia 7 de dezembro. Porém, na mesma data, o Barcelona enfrentaria o Mallorca, e o Real teria como adversário o Espanyol.

Luis Rubiales, presidente da RFEF, pediu que uma decisão seja tomada o mais rápido possível, pois há muitas pessoas envolvidas no clássico. Já o Ministério do Interior de Espanha considerou razoável a mudança de data devido aos distúrbios na Catalunha.