EFEValência (Espanha)

O central argentino Ezequiel Garay despediu-se do Valência esta terça-feira, dia em que o seu contrato com a entidade termina, com um texto no qual assegura que vai estar sempre "eternamente agradecido".

O defesa esteve em conflito com o clube há um mês atrás por acusar o presidente Anil Murthy de piorar as condições de renovação já acordadas que o Valência lhe tinha oferecido.

Garay foi operado no início de fevereiro a uma grave lesão no joelho e criticou o clube por tê-lo colocado em "lay-off" após a crise do coronavírus enquanto estava de baixa, ao que o clube respondeu que o ex-Benfica foi o único jogador do plantel que não subscreveu um acordo para renunciar parte do seu ordenado.

Na sua despedida, que acompanha com uma foto do dia da sua apresentação, o argentino agradece ao Valência e diz que nunca mais vai poder "esquecer o vivido e desfrutado" na equipa espanhola.