Madrid, 27 out (EFE). O presidente da FIFA, Gianni Infantino, recebeu esta terça-feira a confirmação que o resultado do seu teste de coronavírus foi positivo, pelo que iniciou de imediato o período de isolamento de pelo menos dez dias.

A FIFA confirmou o contágio do seu presidente e que se encontra com sintomas leves.

A organização desejou uma rápida recuperação a Infantino e assinalou que "avisou todos os que tiveram em contacto com o presidente durante os últimos dias e foi-lhes pedido que tomassem as medidas necessárias".