EFELos Angeles (EUA)

O ala-pivô grego Giannis Antetokoumpo não conseguiu completar uma temporada de sonho por não ter conseguido chegar às finais da NBA com os Milwaukee Bucks, mas na madrugada desta terça-feira recebeu uma compensação ao ter sido eleito o vencedor do prémio de Jogador Mais Valioso (MVP) da liga.

Antetokounmpo, 24, também se tornou no terceiro mais jovem da história da NBA a consegui-lo e o segundo dos Bucks, depois do lendário Kareem Abdul-Jabbar.

O novo astro da NBA recebeu o prémio durante a celebração anual da cerimónia de prémios realizada em Los Angeles.

Antetokounmpo, com uma média de 27,7 pontos; 12,5 ressaltos e 5,9 assistências por jogo nesta temporada, desbancou James Harden, dos Houston Rockets, e Paul George, dos Oklahoma City Thunder.

O grego juntou-se a Derrick Rose e LeBron James como os três mais jovens a conquistar este galardão nos últimos 40 anos e no quinto jogador que sem ter nascido nos Estados Unidos a ser contemplado.

"Eu sempre disse que a coisa mais importante para mim eram as vitórias da equipa, algo que eu mantenho, daí a frustração que senti quando fomos eliminados nos playoffs, mas ter o reconhecimento de ser o MVP da NBA também significa muito", afirmou Antetokounmpo.

A sua contribuição individual ajudou para que os Bucks acabassem a temporada com a melhor marca da liga e chegassem aos playoffs pela primeira vez desde 2001.

O novo MVP da NBA recebeu 78 dos 100 votos possíveis para ganhar o prémio, que é dado pelo painel de jornalistas especializados que cobrem a liga tanto nos Estados Unidos como no Canadá.