EFEBarcelona

A Agência de Saúde Pública da Catalunha vai "analisar" nos próximos dias se o churrasco realizado na casa do avançado argentino Lionel Messi, que reuniu todo o plantel do Barcelona, violou as restrições sanitárias adotadas para travar a pandemia de covid-19.

Messi ofereceu, no jardim da sua casa, um churrasco argentino aos colegas da equipa de modo a unir o plantel na reta final da época, onde a equipa catalã está na luta pelo título.

Após a reunião semanal do Governo regional da Catalunha, o vice-presidente interino, Pere Aragonès, explicou que a Agência de Saúde Pública vai "analisar" o caso e "determinar de um ponto de vista técnico" se "a partir de aqui dará algum passo" e tomar alguma medida concreta.

Aragonès lembrou que "há alguns procedimentos estabelecidos" para abordar este tipo de casos e que fez "um pedido para o cumprimento das medidas" de segurança sanitárias, principalmente a "personalidades com projeção pública", de modo que cumpram as recomendações de maneira "mais intensa" e deem o exemplo.

De acordo com a secretária da Presidência catalã, Meritxell Budó, a Agência de Saúde Pública da Catalunha "fará nos próximos dias uma avaliação técnica" sobre o caso e comunicará ao Governo o seu ponto de vista e como proceder.