EFEAustin (EUA)

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, que partiu da quinta posição e precisava de apenas um oitavo lugar para conquistar o título com duas corridas de antecipação, terminou este domingo o Grande Prémio dos Estados Unidos, em Austin, em segundo e sagrou-se hexacampeão da Fórmula 1.

Com a sexta conquista, Hamilton, de 34 anos, passa a ser o segundo maior vencedor da competição isolado, deixando para trás o argentino Juan Manuel Fangio, com o qual compartilhava o estatuto de penta campeão. Só o alemão Michael Schumacher, campeão sete vezes, está à frente do britânico.

Este é o quinto título de Hamilton pela Mercedes, após ter sido campeão em 2014, 2015, 2017 e 2018. Na primeira conquista, em 2008, o britânico era piloto da McLaren.

O finlandês Valtteri Bottas, que tinha partido desde a pole position, ultrapassou o colega de equipa nas últimas voltas concluiu a prova em primeiro, garantindo a dobradinha da Mercedes. O holandês Max Verstappen, da Red Bull, completou o pódio na terceira posição.

O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, terminou em quarto, a mesma posição em que iniciou no grid. O outro piloto da escuderia italiana, o alemão Sebastian Vettel, abandonou a prova na nona volta devido a uma suspensão partida.

Em grande prova de recuperação, o tailandês Alexander Albon, da Red Bull, que partiu em sexto, chegou a ocupar a última posição após enfrentar problemas no início da corrida, mas conseguiu terminar no quinto lugar.

O australiano Daniel Ricciardo, da Renault, foi sexto, logo à frente dos dois pilotos da McLaren, o britânico Lando Norris e o espanhol Carlos Sainz. A nona posição ficou com o alemão Nico Hülkenberg, da Renault, seguido por Daniil Kvyat, da Toro Rosso, décimo colocado.

Embora Hamilton já tenha garantido o título entre os pilotos, e a Mercedes entre os construtores, ainda faltam duas corridas para o fim da temporada da Fórmula 1. A próxima prova é o Grande Prémio do Brasil, no circuito de Interlagos, no dia 17 de novembro. O calendário será encerrado com o GP de Abu Dhabi, em dezembro.