EFELisboa

O treinador português Jorge Jesus aterrou esta terça-feira em Portugal para voltar a treinar o Benfica no meio de uma enorme expectativa mediática e dezenas de adeptos que tentaram aproximar-se do técnico, protegido por amplas medidas de segurança.

Jesus, que celebra esta semana 66 anos, aterrou no aeródromo de Tires, no município de Cascais, próximo de Lisboa, por volta do meio-dia de terça, num voo no qual também viajava o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira.

Vieira foi até ao Brasil para buscar o treinador, que deixa agora o Flamengo para voltar a treinar as "águias" cinco anos depois da sua saída, um regresso que gerou enorme interesse mediático em Portugal e que foi transmitido em direto por vários canais de televisão.

Junto ao técnico viajavam também o seu filho Mauro, e o seu advogado, Luís Miguel Henrique, que realizaram um teste de COVID-19 antes de entrarem num carro rumo a Lisboa.

O treinador é visto como a grande esperança do clube para voltar a vencer a Liga, algo demonstrado por dezenas de adeptos que o receberam com grandes cartazes de boas-vindas.

Vários deles correram junto a alguns jornalistas perto do carro no qual Jorge Jesus saia do recinto. O novo treinador do Benfica recusou fazer declarações.

Segundo a imprensa desportiva portuguesa, o seu contrato vai ser de três temporadas, ao longo dos quais vai receber oito milhões de euros anuais.