EFEMadrid

O público poderá voltar esta semana a assistir presencialmente a jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa desde que as autoridades do seu país e os seus clubes cumpram os requisitos da UEFA, tais como acesso apenas com um lugar marcado, máscara, medidas de higiene e distância social.

Depois do teste feito em Budapeste com a Supertaça, o Comité Executivo da UEFA aprovou a 1 de outubro o regresso do público limitado a 30% da respetiva capacidade dos estádios, apenas para os adeptos locais, e redigiu um documento com os requisitos mínimos de assistência.

Este documento afirma no seu início que "não pode ser considerado como uma autorização de admissão de espectadores, que é uma decisão das autoridades locais", mas no caso de ter esta autorização deve ser plenamente cumprido, juntamente com o protocolo para o reinício das competições aprovadas a 9 de julho, que permitiu terminar a última temporada.