EFELondres

O Manchester City revelou esta sexta-feira a estátua dedicada a Sergio Agüero, melhor marcador da história do clube inglês.

A inauguração acontece também no aniversário da terceira Liga conquistada pelo City, a primeira desde a chegada do dinheiro dos Emiratos Árabes Unidos, em 2012, com um golo do argentino no tempo de desconto.

A estátua, situada no lado este do Etihad Stadium, junta-se às de outras lendas do City como Vincent Kompany e David Silva e foi criada pelo escultor Andy Scott com milhares de peças soldadas de aço galvanizado.

"A estátua permanente de Agüero celebra a sua extraordinária contribuição ao sucesso do clube e, em particular, o seu papel fundamental no que possivelmente foi um dos melhores momentos da história do desporto, pelo que será recordado eternamente pelos adeptos do Manchester City em todo o mundo", disse o clube em comunicado.

Há dez anos, o City venceu a Premier League, depois de uma espera de quarenta, num último minuto de loucura. Os citizens precisavam de marcar dois golos nos descontos contra o Queens Park Rangers, enquanto o Manchester United, com os deveres feitos, esperava no relvado o fim do jogo no Etihad. No entanto, umo gol de Edin Dzeko e outro de Agüero, um dos mais famosos da história da competição, mudou de mãos um título que foi decidido pela diferença de golos.

"A verdade é que é algo muito bonito para mim, ver-me a mim mesmo há 10 anos é muito emocionante. Nesses 10 anos pude ganhar muitos títulos e ajudar o clube a ser um dos mais importantes do mundo. Estou bastante agradecido ao clube por fazer esta estátua em reconhecimento da minha carreira futebolística em Manchester. É algo muito especial", explicou Agüero.

O argentino, já retirado depois de uma breve passagem pelo Barcelona, ganhou 15 títulos, entre as quais cinco Premier Leagues, na sua etapa no City, ao qual chegou em 2011 desde o Atlético de Madrid.