EFERoma

Vincenzo Spadora, ministro do Desporto italiano, anunciou esta sexta-feira que conseguiu a aprovação do Comité Científico Técnico para que mil espectadores possam assistir às meias-finais e à final do torneio de ténis de Roma.

"Por fim, já a partir das meias-finais e da final do torneio de ténis, mil pessoas poderão assistir a todas as competições desportivas que se disputem ao ar livre e que respeitem com máximo cuidado as regras previstas com o distanciamento, máscaras, e reserva do lugar", assegurou Spadafora em declarações difundidas pela imprensa italiana.

"É um primeiro, mas importante, passo para o regresso, esperemos em breve, à normalidade do desporto", acrescentou o ministro.

Depois das duras polémicas entre a Federação de Ténis italiana (FIT) e o mundo político do país pela impossibilidade de abrir as pistas do torneio do Foro Itálico a um número reduzido de espetadores, o Masters romano poderá contar com fãs na programação de domingo e segunda.

O torneio começou na passada segunda-feira e conta com jogadores como o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal, número 1 e 2 do ranking mundial, respetivamente, e a checa Karolina Pliskova ou a espanhola Garbiñe Muguruza no circuito feminino.

A decisão anunciada pelo ministro do Desporto, que será oficializada nas próximas horas, vai ser também aplicada às restantes competições desportivas que se disputem ao ar livre em Itália e que cumpram com as normas de segurança.

Caso se confirme oficialmente, a Série A de futebol, que arranca este fim de semana, poderá contar a partir da segunda jornada com um número reduzido de adeptos nas bancadas.