EFEParis

O argentino Leo Messi ganhou a Bola de Ouro de 2019 por uma das diferenças mais estreitas da história do prémio, ao superar em apenas sete pontos o segundo colocado, Virgil van Dijk (Liverpool), revelou hoje a revista France Football, organizadora do troféu.

O jogador do Barcelona recebeu um total de 686 pontos face aos 679 do vencedor da Liga dos Campeões, que ficou a um passo de se tornar o primeiro defesa a ganhar o prémio desde o italiano Fabio Cannavaro em 2006.

Longe de ambos, o português Cristiano Ronaldo (Juventus) terminou em terceiro lugar com 476 pontos, que por sua vez conseguiu uma confortável vantagem sobre o senegalês Sadio Mané (Liverpool) com 347 pontos.

Messi cimentou o seu triunfo nos votos de África, onde obteve 187 pontos, e da América, onde obteve 102 pontos.

No entanto, na Europa, onde ambos jogam e onde Van Dijk conquistou o maior título do clube, o holandês teve uma vitória muito maior do que o seu adversário: 231 pontos contra 194.

Este é o ranking dos dez finalistas com os seus pontos:

1. Lionel Messi (ARG, FC Barcelona): 686 pontos.

2. Virgil van Dijk (HOL, Liverpool): 679 pontos.

3. Cristiano Ronaldo (POR, Juventus): 476 pontos.

4. Sadio Mané (SEN, Liverpool): 347 pontos.

5. Mohamed Salah (EGP, Liverpool): 178 pontos.

6. Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain): 89 pontos.

7. Alisson Becker (BRA, Liverpool): 67 pontos.

8. Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique): 44 pontos.

9. Bernardo Silva (POR, Manchester City): 41 pontos.

10. Riyad Mahrez (ARG, Manchester City): 33 pontos.