EFEMadrid

O atleta britânico de origem somali Mo Farah, duas vezes campeão olímpico de 5.000 metros e outras duas de 10.000, anunciou que vai regressar à pista para defender o seu título olímpico de 10.000 metros nos Jogos de Tóquio em 2020.

Após conseguir o bis olímpico em corridas de fundo em pista (5.000 e 10.000) tanto em Londres 2012 como no Rio 2016, Farah passou à maratona em 2017. Ganhou a de Chicago em 2018 com um novo recorde europeu (2h05:11) mas não venceu em Londres -foi terceiro- nem estender à maratona o domínio absoluto que tinha exercido na pista sob a direção do treinador americano Alberto Salazar, atualmente suspenso por quatro anos por práticas de doping.

"A grande notícia é que volto à pista para o 10.000 de Tóquio no próximo ano", anunciou Farah, de 36 anos, num vídeo publicado no youtube. "Espero não ter perdido a minha velocidade, estou a treinar no duro para isso, a ver o que posso fazer", disse.