EFEPalma de Maiorca (Espanha)

O tenista espanhol Rafael Nadal anunciou esta terça-feira que não vai disputar o US Open, marcado para Nova Iorque, nos Estados Unidos, entre 31 de agosto e 13 de setembro, devido à pandemia da COVID-19.

"Essa é uma decisão que não queria tomar, mas neste caso sigo o meu coração para decidir que, por enquanto, prefiro não viajar", explicou o número 2 do mundo num comunicado divulgado nas redes sociais.

Nadal admitiu que se trata de um momento difícil para que o circuito de ténis prossiga com torneios à volta do mundo, com vários países a apresentar uma segunda vaga de contágios e outros numa situação ainda fora de controlo.

"A situação sanitária continua complicada em todo o mundo", avaliou o espanhol.

O tenista, que foi vencedor do US Open em 2010, 2013, 2017 e 2019, agradeceu aos organizadores do torneio e aos responsáveis pelo circuito por tentarem viabilizar as competições, mas também admitiu que as condições para os tenistas são duras.

"Sabemos que o calendário deste ano, após quatro meses sem jogar, é uma barbaridade", disse.