EFEMadrid

Uma das principais lendas da história do Real Madrid, o ex-jogador Francisco Gento, único na história por ter conquistado seis títulos da Liga dos Campeões, faleceu esta terça-feira aos 88 anos de idade, informou o clube em comunicado, sem revelar as causas.

Gento jogou pelo Real Madrid durante 18 épocas, de 1953 a 1971, durante as quais também ganhou 12 títulos da Liga espanhola, duas Taças do Rei e uma Taça Intercontinental, entre outros troféus.

"O Real Madrid, o seu presidente e a direção lamentam profundamente a morte de Francisco Gento, presidente de honra do Real Madrid e uma das maiores lendas do nosso clube e do futebol mundial", indicou a entidade 'merengue'.

Nascido na cidade de Guarnizo, na região da Cantábria, Gento, que atuava como avançado-esquerdo, fez 600 partidas oficiais pelo Real e marcou 182 golos. Também defendeu a seleção espanhola por 43 vezes, participando nos Mundiais de 1962 e 1966 e no título da 'Fúria' no Europeu de 1964.

O ex-jogador deu início à sua etapa profissional em 1952 pelo Racing Santander, onde atuou por apenas uma temporada, antes de se transferir para o Real Madrid, coincidindo com a chegada de outro ícone do clube, o argentino Alfredo Di Stéfano. Gento continuou a defender o Real até pendurar as chuteiras, em 1971.

Como treinador, Paco Gento teve uma carreira mais discreta, com passagens pelo Castellón, Palencia e Granada entre 1974 e 1981.