EFELisboa

O central Képler Laveran Lima Ferreira "Pepe" celebra esta sexta-feira 38 anos. Depois de três Champions conquistadas com o Real Madrid, o capitão portista tem um sonho: ganhar a sua quarta Liga dos Campeões.

Pepe regressou ao clube português em janeiro de 2019 -tem contrato até 2023- e para cumprir o seu desejo de levantar o seu quarto troféu da Liga dos Campeões terá que deixar para trás o seu amigo Cristiano Ronaldo, com quem ganhou as 3 Champions com os 'merengues' e o Europeu de França com a seleção de Portugal.

O Porto surpreendeu e conseguiu vencer a Juventus de Cristiano por 2-1 no jogo da primeira-mão dos oitavos de final. O segundo jogo está marcado para o próximo 9 de março.

Pepe, formado no brasileiro Alagoano, chegou a Portugal no verão de 2001 para jogar pelo Marítimo.

O jogador, com dupla nacionalidade (brasileira e portuguesa) recordou recentemente os seus difíceis inícios numa entrevista ao jornal Expresso.

Quando aterrou em Portugal, com 18 anos, chegou com o equivalente a 5 euros, recordou. Tinha duas opções: ou comprar algo para comer ou um cartão telefónico para ligar à mãe e dizer que estava bem.

Optou por ligar à sua família e, mais tarde, foi a um café do aeroporto para pedir algo de comer a um funcionário, ao qual avisou que não tinha dinheiro. "Olhou para mim, saiu e veio com uma bandeja com uma baguete e deu-me".

Depois de duas épocas na Madeira assinou pelo Porto, clube onde esteve entre 2004 e 2007, tornando-se numa peça chave para os azuis e brancos.

Após o sucesso em solo português, Pepe foi contratado pelo Real Madrid, que pagou 30 milhões de euros. Juntava-se assim à saga dos galácticos do clube espanhol.

Foi lá que conheceu um dos seus grandes amigos, Iker Casillas, que voltou a encontrar no regresso ao Porto, partilhando balneário com o guarda-redes espanhol até este abandonar as competições devido a problemas cardíacos.

Em 2017, depois de uma década de êxito europeu com o Real Madrid, Pepe, que tinha perdido lugar no onze titular em detrimento de Ramos e Varane, confirmava a sua saída. Abandonou Madrid com três campeonatos, duas Taças do Rei, duas Supertaças de Espanha, três Ligas dos Campeões e dois Mundiais de Clubes.

O seu destino seguinte foi o turco Besiktas, ao qual chegou com 34 anos de idade, assinando por duas épocas.

Contudo, apenas um ano depois, o clube otomano, com os cofres muito dizimados, oficializou o acordo com o jogador para a rescisão do contrato, pelo que a 8 de janeiro de 2019 regressou ao Porto.

Pepe encontrou a casa perfeita no Dragão e vive uma segunda juventude. É a referência do clube, com o qual ganhou o campeonato no ano passado.

O central internacional português não esconde, tendo já mostrado em várias ocasiões o seu desejo de voltar a erguer uma Taça da Europa.

Por Andrea Caballero