EFELondres

Os clubes da Premier League decidiram por maioria bloquear os patrocínios do Newcastle United para evitar que beneficiem de acordos com empresas com as quais o Governo ou o fundo saudita já têm relações.

18 dos 20 clubes votaram a favor, o Manchester City absteve-se e o Newcastle votou contra numa reunião realizada pelos dirigentes na segunda e dada a conhecer hoje pelo The Guardian.

O objetivo é que não se repita o que aconteceu antes com o Manchester City, que conseguiu grandes benefícios económicos ao assinar acordos de patrocínios com empresas controladas por Abu Dhabi, como é o caso da Etihad Airways.

Os clubes querem segurança legal que tal não irá acontecer novamente ou se acontecer será em termos económicos justos para o mercado. O City absteve-se não porque esteja contra a medida mas porque recebeu conselho legal para o fazer, já que a votação poderá ser considerada ilegal.

Esta medida vai começar a ser aplicada durante as próximas três semanas de forma temporária, embora os clubes queiram que se estabeleça de forma permanente.