EFEParis

O Paris Saint-Germain colocou à venda esta quinta-feira uma série limitada de camisolas cujos lucros irão para os 100 mil profissionais dos hospitais públicos de Paris pelo esforço que estão a fazer diante da epidemia do novo coronavírus.

As 1,5 mil camisolas, que podem ser adquiridas ao preço de 175 euros na loja online do clube francês, combinam as cores do PSG com as da organização Assistência Pública dos Hospitais de Paris (AP-HP), que agrupa os hospitais públicos da região de Paris, com a mensagem "Tous Unis" (Todos Unidos).

Todo o dinheiro arrecadado será destinado à AP-HP por ações em favor dos seus funcionários, afirmou o PSG em comunicado.

O presidente do clube francês, Nasser Al-Khelaifi, disse que, como os milhões de franceses que os aplaudem todas as noites às 20h (hora local), "estamos todos unidos a eles e assim permaneceremos amanhã, quando esta crise tiver passado".

"A luta promete ser longa e o clube quer contribuir para oferecer ajuda concreta em resposta às suas necessidades prioritárias, descansar, comer e compartilhar alguns momentos de recuperação com os seus entes queridos", disse Al-Khelaifi, especificando que esta é a primeira iniciativa desse tipo, à qual se juntarão outras nos próximos dias.