EFEChicago (EUA)

A Federação de Futebol dos Estados Unidos (USSF) e as associações de jogadoras e jogadores das seleções nacionais americanas chegaram esta quarta-feira a um histórico acordo coletivo sobre igualdade salarial.

A USSF informou em comunicado que irá garantir "igualdade salarial através de termos económicos idênticos", tornando-se na primeira federação a igualar as receitas do Mundial de futebol tanto para a seleção feminina como para a masculina.

Os acordos coletivos estarão em vigor até 2028 e incluem "compensação idêntica por todas competições, incluindo o Mundial da FIFA, e a introdução de um mecanismo idêntico para compartilhar todos os rendimentos comerciais de ambas equipas".

"Os acordos irão garantir que os futebolistas das seleções nacionais dos Estados Unidos continuarão a estar entre os mais bem pagos do mundo", acrescentou a USSF.