EFELas Rozas (Madrid)

O estádio Rei Abdullah de Yeda na Arábia Saudita vai ser o palco da Supertaça de Espanha, a primeira a ser disputada em janeiro com formato de final a quatro, e as mulheres poderão entrar nos jogos livremente e sem restrições, não havendo zonas limitadas.

Fontes da Federação Espanhola de Futebol (RFEF) confirmaram a eleição de Yeda, antes da realização do sorteio da competição, que será jogada entre quarta-feira, dia 8, e domingo, 12 de janeiro, por representar uma forte oferta económica e também uma oportunidade de utilizar o futebol "como efeito de mudança".

A Supertaça é a única competição espanhola que pode ser disputada fora do país, de acordo com as normas da FIFA, e a RFEF já aprovou modificar o formato da mesma e que se jogasse no estrangeiro.

Barcelona e Atlético de Madrid vão participar por serem os dois primeiros classificados da Liga 2018-19, o Valência marca presença como vencedor da Taça do Rei, e o Real Madrid por ser o semifinalista da Taça com melhor histórico, pois o Barça foi o vencido na final contra os valencianos.