EFEHaia

O treinador do Ajax, Erik ten Hag, criticou o papel ofensivo que Frenkie de Jong adquiriu no FC Barcelona e defendeu que o futebolista holandês explora melhor as suas capacidades ficando uns metros atrás.

“Ele não é um goleador. É o jogador que se encarrega de fornecer, de abastecer os colegas que dão as assistências ou que marcam golos desde a sua posição”, explicou o treinador no programa de televisão Rondo do canal holandês “Ziggo Sport”.

Ten Hag recordou a relevância que o jogador tinha no Ajax, o clube onde se formou, e explicou que uma vez teve que o repreender por subir demasiado ao ataque.

“Uma vez tirei-o de lá”, indicou o treinador. “Perguntei-lhe: 'Tu é o número dez? E então quando é que marcas golos?'”.

Perguntado pelas duas grandes figuras da última época no clube de Amsterdão, De Jong e Matthijs de Ligt, o treinador disse que ainda mantém o contato com eles e reconheceu que gostava de ter continuado com ambos “durante um ou mais dois anos” porque teria sido “melhor para o Ajax e para o futebol holandês”.

“Com eles podes chegar mais longe na Liga dos Campeões porque são futebolistas de muita qualidade”, disse o treinador do Ajax, equipa que foi eliminada na fase de grupos no passado dezembro apesar de ter chegado à meia-final na época anterior.