EFELondres

O Watford confirmou ter três positivos por coronavírus dos seis anunciados esta terça-feira pela Premier League, enquanto o Burnley informou de um.

As pessoas infetadas do Watford são um jogador e dois funcionários, que agora terão de se isolar de forma individual durante sete dias, como recomendou a Premier League.

No caso do Burnley, o positivo corresponde ao treinador adjunto Ian Moan.

Os outros dois casos confirmados pertencem a um terceiro clube não identificado.

A Premier League fez ao todo 748 testes entre 17 e 18 de maio a jogadores e funcionários das equipas da competição.

Os resultados foram publicados horas antes dos futebolistas voltassem aos treinos em pequenos grupos.

Os positivos no Watford chegam depois de Troy Deeney, o capitão da equipa, se ter recusado a treinar para não pôr em perigo o seu filho de cinco meses.

A Premier League está suspensa desde o último dia 13 de março, começando agora a dar os primeiros passos para um regresso a meados de junho.

A data escolhida é o 12 de junho, mas o pedido dos treinadores para um pequeno período de pré-época de pelo menos quatro semanas pode adiá-la.