EFELondres

A companhia automobilística Williams considera pôr à venda a equipa de Fórmula Um e inclusivamente a companhia inteira devido aos maus resultados financeiros da empresa no último ano.

A Williams anunciou esta sexta-feira perdas de 13 milhões de libras (cerca de 15 milhões de euros) em 2019, o que contrasta com os 12,9 milhões de libras de lucro no ano de 2018.

"A direção da Williams acredita que uma análise estratégica e o processo de venda formal é o correto e o mais prudente para ter tempo de considerar um amplo leque de opções e pôr a equipa de Fórmula Um na melhor posição para o futuro", disse a companhia em comunicado.

Entre as opções em cima da mesa está "conseguir novo capital para o negócio", o "desinvestimento de uma participação maioritária na Williams" e uma potencial venda de toda a companhia".

A Williams é uma das equipas históricas da Fórmula Um. Desde a sua criação em 1977, a escuderia ganhou o campeonato de pilotos por sete vezes e o de construtores por nove, mas o último deles data de 1997.