EFEBerlim

A ministra alemã da Justiça, Christine Lambrecht, anunciou que vai apresentar um projeto de lei para que tirar fotografias por debaixo das saias, o chamado "upskirting", seja um crime punível.

"Quem tira fotografias a mulheres e meninas por debaixo da saia está a invadir a sua esfera privada e o seu direito à intimidade", afirmou a ministra em declarações que publica hoje o grupo midiático RedaktionsNetzwerk Deutschland (RND).

Lembrou que atualmente "este tipo de agressões são castigadas no máximo como crime administrativo", o qual "não é suficiente para proteger às afetadas e para deixar claro aos autores que o seu comportamento é absolutamente inaceitável".

Em qualquer caso, acrescentou, "esse comportamento humilhante e denigrante não é um crime menor, mas deveria ser castigado como um crime maior".

"Por isso estou decidida a mudar para isso o código penal", afirmou, e precisou que atualmente se estão a estudar propostas sobre possíveis disposições penais, a fim de o implementar o mais rápido possível.

Duas alemãs, Hanna Seidel e Ida Maria Sassenberg, lançaram uma iniciativa na internet com o objetivo de conseguir a proibição do "upskriting" que por enquanto já conta com umas 90.000 assinaturas.

No seu pedido argumentam que com frequência este tipo de fotos acabam por aparecer em sites de pornografia e outro tipo de plataformas na internet.