EFELos Angeles (EUA)

Beyoncé e Donald Glover triunfaram hoje na estreia mundial em Los Angeles (EUA) da nova versão de "The Lion King", filme da Disney que chega dia 18 aos cinemas portugueses.

Com um espetacular vestido de Alexander McQueen repleto de brilhantes, Beyoncé reinou hoje no tapete vermelho colocado frente ao Dolby Theater, o auditório no qual se realizam anualmente os Óscares e onde teve hoje lugar a primeira projeção de "The Lion King".

Beyoncé, que emprestou a sua voz a Nala neste filme, esteve acompanhada pela sua filha Blue Ivy Carter.

Além disso, a Disney revelou hoje que Beyoncé produziu e supervisionou "The Lion King: The Gift", um álbum no qual diferentes artistas de todo o mundo interpretam os sons de África.

"Spirit", com a assinatura de Beyoncé, é o primeiro single deste álbum, que estará disponível no mesmo dia da estreia do filme nos Estados Unidos, 19 de julho.

À margem de Beyoncé, outro dos grandes protagonistas da "premiere" foi o ator e cantor Donald Glover, a voz de Simba, que hoje se apresentou em Los Angeles com um fato claro da Gucci com quadrados vermelhos e a camisola aberta.

Com um elenco cheio de caras conhecidas de Hollywood, o tapete vermelho de "The Lion King" contou também com o seu realizador Jon Favreau, com os atores Seth Rogen, Billy Eichner e Chiwetel Ejiofor, e com o compositor Hans Zimmer.

"The Lion King" é uma reinterpretação com os efeitos digitais mais avançados do filme homónimo de 1994, um clássico da animação da Disney.

O filme original arrecadou 968 milhões de dólares, tornou-se no filme com maior sucesso de bilheteira de 1994 em todo o mundo e ganhou dois Óscares: melhor canção por "Can You Feel the Love Tonight", de Elton John e Tim Rice; e melhor banda sonora para Hans Zimmer.

O novo "The Lion King" encaixa na estratégia da Disney de reimaginar alguns dos seus grandes clássicos, seja com atores de carne e osso ou com recriações digitais.

Assim, o estúdio estreou este ano "Dumbo", do realizador Tim Burton, e "Aladdin", de Guy Ritchie.