EFEWashington

O ator William Shatner, que encarnou o capitão Kirk na série de ficção-científica Star Trek, foi lançado esta quarta-feira ao espaço a bordo do foguetão New Shepard, desenvolvido pela companhia Blue Origin do multimilionário Jeff Bezos.

Aos 90 anos, Shatner tornou-se na pessoa mais velha a viajar ao espaço. Junto a ele viajaram outras três pessoas: duas que pagaram para estar na viagem -Chris Boshuizen, cofundador da empresa de nanosatélites Planet Labs, e Glen de Vries, cofundador de uma plataforma de investigação clínica-, e Audrey Powers, vice-presidente de Missões e Operações de Voo da Blue Origin.

O foguetão foi lançado do oeste do Texas com mais de uma hora de atraso para com o inicialmente previsto.

Os viajantes espaciais foram colocados numa cápsula no topo do foguetão, que chegou a uma altitude de mais de 100 quilómetros antes de regressar à Terra, uma viagem que durou cerca de dez minutos. Uma vez no espaço, a cápsula soltou-se do foguetão antes de descer em segurança.

"Não sei o que posso parecer ao mundo, mas para mim mesmo pareço ter sido apenas como uma criança a brincar no mar que se diverte agora e depois encontra uma pedra mais lisa ou uma concha mais bonita do que as ordinárias, enquanto o grande oceano da verdade segue não descoberto à minha frente", partilhou Shatner no Twitter, citando Isaac Newton.

Uma vez de volta à Terra, os viajantes espaciais foram saudados pelo próprio Bezos, que os abraçou quando saíram da cápsula. Shatner ficou visivelmente emocionado com a experiência e disse a Bezos que nunca ia esquecer o que sentiu.

"É a experiência mais profunda que podia ter tido, foi extraordinária", disse o ator a Bezos, observando ao mesmo tempo como tinha visto "a vulnerabilidade do ar" que mantém a humanidade viva.