EFEMadrid

39,4% dos espanhóis apoiaria a república, frente a 31% que ficaria junto da monarquia, num hipotético referendo para eleger a forma política do país, segundo uma sondagem promovida pela Plataforma de Meios Independentes (PMI) e publicada nesta terça-feira, dia 12, a Festa Nacional de Espanha.

O inquérito, realizado pelo Instituto de Opinião 40dB, é a segunda fase da sondagem encarregada há um ano por esta mesma plataforma, que então obteve resultados parecidos: 40,9% a favor de apoiar a república enquanto 34,9 disse preferir a monarquia.

A divulgada esta terça fez a mesma pergunta: "No caso de se realizar um referendo entre monarquia e república, em que votaria?", e 34,4% respondeu república, enquanto 31% disse que votaria monarquia.

Também se perguntou sobre a necessidade da realização de um referendo para eleger a forma de Estado. 43,8% considerou-o necessário, percentagem que em 2020 era de 47,8%.

Os que consideram que não é necessário continuam inalterados (36,1%), mas os que respondem que não sabem aumentaram no espaço de um ano (de 16,1 a 20,1%).

A sondagem inclui ainda uma valorização sobre as instituições. A melhor nota, no máximo de dez, é obtida pelas Forças Armadas (6), a única que é aprovada, seguida do Poder Judicial (4,8) e dos meios de comunicação (4,5) e Coroa (4,1).