EFEMadrid

Cientistas internacionais sugerem num estudo que a COVID-19 segue um padrão estacional e prospera melhor em climas frescos e secos, uma descoberta que irá ajudar a desenhar estratégias de prevenção e vigilância para evitar ou conter novos surtos em todo o mundo.

O estudo, liderado pela Universidade de Maryland, em Baltimore (Estados Unidos), foi publicado na revista Journal of the America Medical Association (JAMA).

Os investigadores analisaram a associação do clima com a propagação da infeção por COVID-19, examinando os dados climáticos de cinquenta cidades de todo o mundo com e sem coronavírus, entre 1 de janeiro e 10 de março deste ano.

Assim, compararam oito cidades com uma forte expansão da epidemia (Wuhan, China; Tóquio, Japão; Daegu, Coreia do Sul; Qom, Irão; Milão, Itália; Paris, França; Seattle, EUA; e Madrid, Espanha) com 42 que não se viram afetadas ou que não registaram muitos contágios.

O estudo constatou que as cidades mais afetadas pela pandemia estão no corredor de latitude entre 30 e 50 graus ao norte (N) e que os seus padrões climáticos são similares: tinham uma temperatura média de entre 5 e 11 graus centígrados e baixa humidade específica e absoluta (de entre 44 e 84%) quando o vírus se propagou mais rapidamente.

Os mapas produzidos pela equipa de investigação mostraram uma faixa climática no hemisfério norte que contém condições atmosféricas amáveis para com o vírus, na qual se encontram as oito cidades.

Como tal, o estudo determina que a distribuição de surtos comunitários substanciais de COVID-19 segundo determinados valores de latitude, temperatura e humidade são coerentes com o comportamento de um vírus respiratório estacional, e que o vírus do SARS-CoV-2 tem mais dificuldades para se propagar em condições de maior temperatura e humidade.

A análise da distribuição dos surtos de coronavírus poderá ajudar a prever as áreas com mais risco de transmissão no futuro, embora os autores do estudo advirtam que para tal serão necessárias mais investigações sobre modelos climáticos.