EFE

Nova Iorque

Elon Musk, o homem mais rico do mundo, decidiu suspender o processo de compra do Twitter, avaliado em cerca de 44.000 milhões de dólares (41.000 milhões de euros), até saber com mais detalhe quantas contas falsas há na rede social.

"O acordo do Twitter fica suspenso temporariamente à espera de detalhes que apoiem o cálculo de que as contas falsas e de spam representam menos de 5% dos utilizadores", escreveu Musk numa mensagem publicada na mesma rede social da qual pretende ser dono.

Esta notícia levou as ações da companhia a caírem cerca de 20%, até aos 36,5 dólares, antes da abertura de Wall Street.