EFE

Kiev/

O Estado-Maior do Exército da Ucrânia disse esta terça-feira que os soldados que resistiram às forças militares russas na fábrica metalúrgica de Azovstal, na cidade de Mariupol, no sudeste do país, cumpriram a sua missão, após a evacuação com sucesso de mais de 200 militares da área.

"A guarnição de Mariupol cumpriu a sua missão de combate. O Comando Militar Supremo ordenou aos comandantes das unidades estacionadas em Azovstal que salvaram a vida dos efetivos" que lá permanecesse, disse o Alto Comando Militar num comunicado publicado no Facebook e reproduzido por agências locais.

Estas instruções chegam horas depois da evacuação de 53 militares gravemente feridos da fábrica, que foram levados para um centro médico em Novoazovsk, na zona ocupada pelas forças russas.

Outros 211 foram evacuados através do corredor humanitário para Olenivka, também em território controlado pela Rússia.