EFETelavive (Israel)

Malta vai abrir as atuações a concurso na grande final da Eurovisão 2019 que se realiza este sábado com 26 países participantes, enquanto Miki, por Espanha, será o encarregado de as fechar com a sua canção "La venda".

Esta decisão foi tomada pela União Europeia de Radiodifusão, que informou nas últimas horas a ordem de uma gala que será aberta por Malta com o pop colorido de "Chameleon" e Michela e que irá concluir com a contagiosa fusão de rumba catalã e ska do candidato espanhol.

A atuação de Miki acontece depois de uma das grandes favoritas para o triunfo, a Austrália, com uma das atuações mais visualmente apelativas, e da Suíça, outra das propostas destacadas e mais rítmicas.

O candidato holandês Duncan Laurence, favorito nas apostas com o seu espiritual e intimista "Arcade", vai atuar na décima segunda posição, só uns lugares atrás de outro dos sérios candidatos à vitória, o sueco John Lundvik, que será nono.

A ordem completa é a seguinte:

1. Malta

2. Albânia

3. República Checa

4. Alemanha

5. Rússia

6. Dinamarca

7. São Marino

8. Macedónia

9. Suécia

10. Eslovénia

11. Chipre

12. Holanda

13. Grécia

14. Israel

15. Noruega

16. Reino Unido

17. Islândia

18. Estónia

19. Bielorrússia

20. Azerbaijão

21. França

22. Itália

23. Sérvia

24. Suíça

25. Austrália

26. Espanha