EFERedação Ciência

O pequeno helicóptero Ingenuity da NASA fez esta segunda-feira história ao realizar o primeiro voo controlado e com motor de uma aeronave noutro planeta, Marte.

A equipa da JPL-NASA, Laboratório de propulsão a jato, encarregado de controlar a missão desde a Califórnia, informou em direto da receção dos dados enviados pelo Ingenuity que confirmaram que tinha conseguido descolar, mantem-se no ar, virar e aterrar na cratera Jezero de Marte.

Além dos dados, a NASA recebeu uma imagem a preto e branco tirada pelo helicóptero da sua própria sombra enquanto estava no ar e um pequeno vídeo do voo gravado pelo rover Perseverance a vários metros de distância.

A NASA não detalhou por enquanto as horas e duração exata deste primeiro voo de teste do Ingenuity, embora estava previsto que fosse de 30 a 40 segundos e a uns três metros da superfície marciana.

Depois de receber os dados, a equipa do JPL-NASA explodiu em euforia por trás das máscaras.

Mimi Aung, gestora do projeto do Ingenuity no JPL, assinalou: "Agora podemos dizer que o ser humano voou noutro planeta". Cheia de emoção, recordou os seis anos de trabalho, assegurando que "se não fosse pela covid-19 abraçava" todos os seus colegas presentes na sala.