EFERio de Janeiro

Pelo menos dez pessoas morreram e várias ficaram feridas num incêndio deflagrado esta sexta-feira no centro de treinos do clube de futebol Flamengo, no Rio de Janeiro, informaram fontes oficiais.

Segundo o Corpo de Bombeiros, há também três feridos, dois dos quais estão em estado grave.

O incidente aconteceu no fim da madrugada desta sexta-feira nas instalações do Ninho do Urubu, onde o conjunto carioca e as categorias jovens treinam, na zona oeste do Rio.

As chamas destruíram o local onde dormem os jogadores da base do Flamengo (menores de 18 anos), segundo disse à imprensa o tenente-coronel dos bombeiros, Douglas Henaut.

As equipas de bombeiros que se encontram no local já conseguiram controlar as chamas e trabalham atualmente para evitar novos focos. Por enquanto desconhece-se o motivo do incêndio.

O Rio de Janeiro recupera ainda do forte temporal que caiu sobre a capital fluminense na noite de quarta-feira, que deixou seis mortos, inundações em vários pontos da cidade, deslizamentos de terra, a queda de cerca de 170 árvores e dezenas de veículos destroçados.

A zona oeste, onde se encontra o centro de treino do Flamengo, foi uma das mais afetadas por essa tempestade.

O Ninho do Urubu, considerado como um dos centros de treino mais moderno da América Latina, conta com um módulo para a equipa profissional do Flamengo, dois campos e um espaço específico para a preparação de guarda-redes, além de uma área para alojamentos.

Em 2018 o Flamengo, que é a equipa de futebol mais popular do Brasil, inaugurou uma nova estrutura para a primeira equipa e deixou as instalações antigas para os jogadores das categorias base do clube.