EFELondres

O fundador de WikiLeaks, Julian Assange, foi hoje condenado a 50 semanas de prisão por um tribunal de Londres por ter violado em 2012 as condições de liberdade condicional impostas pela Justiça britânica sobre uma ordem de extradição à Suécia.

O australiano, de 47 anos, apresentou-se na Corte de Southwark para conhecer a sentença, depois de que outro tribunal britânico lhe tivesse declarado culpado dessa acusação no pasado dia 11 de abril, após ter sido detido na embaixada equatoriana em Londres, onde residiu refugiado durante quase sete anos.

Este processo judicial é paralelo a outro pedido de entrega do jornalista aos Estados Unidos.