EFELos Angeles (EUA)

A mansão da icónica série "O Príncipe de Bel-Air" poderá ser alugada através do Airbnb durante cinco dias e por 25 euros diários como comemoração dos 30 anos do programa, segundo um anúncio publicado pelo ator Will Smith, protagonista da comédia exibida nos EUA pelo canal NBC entre 1990 e 1996.

A enorme casa, com fachada branca, supostamente localizada no bairro elitista de Bel-Air, em Los Angeles, onde a personagem principal, chamada também Will Smith vivia com os tios, na verdade fica no distrito de Brentwood, na mesma cidade.

Embora a maioria das cenas no interior da casa tenha sido gravada em estúdio, a parte externa e os jardins apareciam em quase todos os episódios da série, inclusivamente na famosa abertura ao ritmo do rap composto e cantado por Will Smith.

"Prontos para as mais novas férias em casa nunca antes vistas? Se este lugar parece familiar é porque ainda é tão incrível quanto era quando cheguei à sua porta pela primeira vez", escreveu Smith na descrição no imóvel no Airbnb.

"Voltei. E, desta vez, entrego as chaves para que tenhas a minha ala da mansão toda só para ti -mas a minha coleção de ténis não está incluída, ok?", brincou o ator.

Os interesados em se hospedar por uma noite na mansão poderão fazer as reservas a partir do dia 29 de setembro, mas apenas cinco grupos terão a sorte de serem selecionados.

"O Príncipe de Bel-Air" vai ganhar em breve uma nova versão na qual o formato original da comédia dará lugar ao drama.

Foram divulgados poucos detalhes sobre o elenco deste novo projeto, mas já se sabe que o guião trará a história para o presente, ideia que parte de um trailer publicado no YouTube no ano passado, que modificava o argumento central da série e que chamou a atenção da plataforma americana Peacock, serviço de "streaming" do grupo NBCUniversal.

Para comemorar o 30º aniversário da estreia de "O Príncipe de Bel-Air" nos Estados Unidos, a plataforma HBO Max vai exibir, no final deste ano, um programa especial que irá reunir o elenco original.

Além de Will Smith, atores como Tatyana Ali (Ashley Banks), Karyn Parsons (Hilary Banks), Joseph Marcell (o mordomo Geoffrey), Daphne Maxwell Reid (Vivian Banks) e Alfonso Ribeiro (Carlton Banks), que já tinham realizado uma reunião virtual durante a pandemia de coronavírus, também confirmaram a sua participação no especial da HBO Max.