EFENagasaki (Japão)

A cidade japonesa de Nagasaki, a segunda e até agora última destruída por uma bomba atómica, comemorou neste domingo o 75º aniversário do atentado com um apelo à abolição das armas nucleares.

“Faço um apelo a todos ao redor do mundo. Existem inúmeras maneiras de se envolver no trabalho pela paz”, invocou o presidente da Câmara de Nagasaki, Tomihisa Taue, apontando as armas nucleares, as mudanças climáticas e as pandemias como ameaças de longo alcance global.

Após uma coroa simbólica e oferenda de água, em homenagem às vítimas que imploraram para beber, várias centenas de pessoas dentro e fora da cerimónia oficial guardaram um minuto de silêncio às 11h02, hora exata da explosão, 75 anos atrás.