EFENova Deli

O governo de Nova Deli, capital da Índia, impôs esta segunda-feira restrições à circulação de veículos, com o objetivo de reduzir os níveis tóxicos de poluição que foram descritos como emergência para a saúde pública.

"O plano de (veículos) par e ímpar começa hoje para reduzir a poluição. Para o seu bem, para a saúde dos seus filhos e para a respiração das suas famílias, por favor, respeite o plano. Partilhe o carro", afirmou no Twitter o chefe do Governo da capital indiana, Arvind Kejriwal. Nos dias pares, só poderão circular os carros cujas matrículas terminem em números pares, e veículos ímpares em dias ímpares. Mas existem algumas exceções à regra.

Os condutores que viajarem sozinhos ou na companhia de outras mulheres podem conduzir o seu veículo independentemente do número de matrícula, assim como os pais que deixem ou vão buscar os seus filhos à escola, ou veículos de duas rodas, por exemplo.

Como acontece todos os anos durante o inverno na Índia, os níveis de poluição dispararam nos últimos dias por uma variedade de razões e Nova Deli amanhece diariamente sob um nevoeiro tóxico.

A chegada do frio, o uso indiscriminado de fogos de artifício na noite do Diwali -o festival do Ano Novo Hindu que foi comemorado a 27 de outubro- e a queima de restolho contribuem para tornar o ar da capital irrespirável.

As autoridades locais ordenaram o encerramento temporário das escolas e a paralisação de todas as atividades de construção na região metropolitana.

Dados do Escritório Central de Controlo de Poluição (CPCB) da Índia mostram que no centro da cidade a concentração de partículas PM 2,5 (as mais perigosas para os seres humanos) era de 672 por metro cúbico de ar às 7h (hora local), enquanto a concentração de partículas de PM 10 era 735.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que concentrações maiores que 100 partículas PM 10 são perigosas para os grupos de risco e acima de 300 são consideradas tóxicas para o ser humano.

De acordo com a OMS, a exposição a essas toxinas aumenta o risco de infecções respiratórias agudas, bem como doenças cardíacas, doenças pulmonares crónicas e cancro do pulmão.