EFE

Cidade do Vaticano

O papa Francisco ordenou a publicação na internet de milhares de arquivos sobre a perseguição de judeus no Holocausto durante o polémico pontificado de Pio XII, tradicionalmente acusado de fraqueza relativamente a estes crimes.

Os documentos, segundo confirmou hoje a Santa Sé, estarão "acessíveis a todos" de forma virtual no próprio site do Vaticano já este mês e recolhem os pedidos de ajuda enviados pelos judeus de "toda a Europa" ao papa Pio XII, como a de um alemão detido no campo de concentração franquista de Miranda de Ebro (norte de Espanha).

Francisco decidiu em março de 2020 abrir os arquivos do pontificado de Pacelli, que decorreu entre 1939 e 1958, em plena Segunda Guerra Mundial, para os académicos, mas agora permitirá o estudo de quase 40.000 documentos a qualquer utilizador.