EFETóquio

A Sony deve lançar a sua consola de nova geração, a PlayStation 5, em finais de 2020, anunciou hoje o responsável da divisão de videojogos da companhia tecnológica japonesa, Jim Ryan.

O CEO e presidente da Sony Interative Entertainment (SIE) confirmou através do seu blogue oficial que a nova plataforma vai-se chamar PlayStation 5 e chegar ao mercado no natal do próximo ano, além de revelar outros detalhes técnicos do novo dispositivo.

Entre os atributos destacados da nova consola, Ryan, principal responsável da filial da Sony com sede na Califórnia (EUA), falou da sua aspiração de "aprofundar a sensação de imersão" no jogo, algo que se vai conseguir através do comando da PlayStation 5.

Jim Ryan afirmou que o comando sucessor do DualShock 4 irá contar com uma tecnologia tátil que permitirá "uma categoria muito mais ampla" de sensações para o jogador, além de "gatilhos adaptativos" que oferecerão diferentes graus de resistência segundo a pressão exercida sobre eles.

O CEO da Sony Interative Entertainment confirmou assim algumas das caraterísticas da esperada nova consola que tinha antecipado numa entrevista publicada esta terça-feira pela revista americana Wired.

A Sony anunciou no começo do ano que estava a trabalhar na nova consola, e em maio passado o seu presidente e diretor-executivo, Kenichiro Yoshida, disse em Tóquio que a plataforma iria oferecer uma experiência de jogo "de imersão total" e "sem interrupções", baseada num potencial gráfico "dramaticamente superior".

A companhia, ausente em junho passado da E3, a feira de lazer digital de referência ao nível global realizada em Los Angeles (EUA), não tinha revelado até agora nem o nome da sua consola de nova geração nem a sua data de saída ao mercado.