EFEWashington

O presidente americano Donald Trump alertou hoje que a relação com a Rússia encontra-se numa situação "muito perigosa" e culpou o Congresso por isso, apenas um dia após assinar a lei de sanções a Moscovo.

"A nossa relação com a Rússia está num dos seus níveis mais baixos e é muito perigosa. Podem agradecer ao Congresso, as mesmas pessoas que nem sequer são capazes de nos dar a reforma de saúde", disse Trump numa mensagem na sua conta do Twitter.

Ontem, Trump assinou uma lei aprovada na semana passada por uma maioria esmagadora bipartidária nas duas Câmaras do Legislativo, que contempla sanções que afetam a indústria petrolífera e mineira da Rússia pela sua suposta interferência nas eleições de 2016 para prejudicar a democrata Hillary Clinton, derrotada por Trump.