EFEBruxelas

77% dos europeus considera imprescindível que os fundos europeus sejam exclusivamente para Estados membros com um sistema judicial estável e um respeito absoluto dos valores democráticos, segundo um estudo do Parlamento Europeu publicado esta sexta-feira.

No meio da segunda vaga de coronavírus e da crise gerada pelo veto da Polónia e Hungria ao chamado mecanismo de condicionalidade dos fundos ao respeito do Estado de direito, o Parlamento Europeu publicou os resultados da terceira sondagem realizada este ano para perguntar aos cidadãos europeus as suas opiniões sobre a crise de coronavírus e a sua atitude face à UE.

Hungria e Polónia bloquearam a aprovação do orçamento comunitário para os anos 2021-2027 e o pacote de recuperação pós-covid, com um volume total de 1,8 biliões de euros, após este último ter sido condicionado ao respeito pelo Estado de direito.