EFEMadrid

Os acionistas da EDP Renováveis, filial do grupo energético português EDP, aprovou esta segunda-feira a ampliação de capital de 441,25 milhões de euros para financiar parcialmente o plano de investimentos que a companhia tem ate 2025.

A ampliação de capital será realizada através da emissão de 88,25 milhões de novas ações ordinárias com um valor nominal de 5 euros e um prémio de emissão por ação de 12 euros, segundo informou a companhia energética.

A operação representa um preço de emissão total de 17 euros por título e contribuições em dinheiro superiores a 1.500 milhões.

A EDPR, a quarta produtora mundial de energia eólica e solar, prevê investir 19.000 milhões até 2025 para instalar cerca de20 gigawatts (GW) de potência renovável.

Os acionistas aprovaram também a distribuição de um dividendo de 69,7 milhões de euros pelos resultados de 2020, bem como uma distribuição complementar cobrada às reservas sem restrições de até 7 milhões de euros.