EFEMadrid

A Amazon emitiu a sua primeira obrigação de sustentabilidade com o objetivo de captar 1.000 milhões de dólares (822 milhões de euros) para apoiar projetos ambientais e sociais.

A gigante do comércio eletrónico americana disse que as receitas da obrigação irão financiar as energias renováveis e habitação a preços acessíveis, reduzindo os recursos utilizados pelos edifícios, e ajudar grupos sub-representados a entrar no mercado de trabalho tecnológico através de formação, segundo publica a EFE-Dow Jones esta terça-feira.

A obrigação vence em dois anos e tem um cupão de 0,257%. A empresa espera alcançar a neutralidade das emissões de gases com efeito de estufa nas suas atividades diretas e indiretas até 2040.

Goldman Sachs, Bank of America, Wells Fargo, Morgan Stanley, HSBC Holdings, JPMorgan, Citigroup, Société Générale, Deutsche Bank e TD Securities atuam como subscritores da obrigação.