EFEBanguecoque

Os líderes da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) acordaram este domingo em Banguecoque uma posição comum quanto a um megatratado comercial, junto a outros seis países da região da Ásia-Pacífico, que criará o maior bloco económico do mundo.

O primeiro-ministro da Tailândia, Prayut Chan-ocha, pediu unidade da Asean relativamente ao aumento do protecionismo em alguns países da economia mundial, numa alusão à guerra comercial entre Estados Unidos e China, durante um discurso no último dia da cimeira realizada na capital tailandesa.