EFEMadrid

A atividade empresarial na Zona Euro está a registar em março a maior queda desde que se começaram a recolher dados comparáveis em julho de 1998, de acordo com o indicador publicado pela IHS Markit esta terça-feira.

Segundo a consultora, que obtém os seus dados de estudo a diretores de compra do setor serviços e manufatureiro, em março foram observados problemas generalizados na atividade empresarial causados pelas medidas cada vez mais rigorosas para conter a propagação do surto de coronavírus.

A queda na atividade está a ser pior para o setor de serviços, principalmente em setores orientados para o consumidor, como viagens, turismo e restauração.