EFESeul

A Big Hit Entertainment, a agência por trás da banda sul-coreana BTS, conseguiu em 2020 um lucro líquido de 86.164 milhões de wones (63,8 milhões de euros), mais 18,9% face ao ano anterior, devido à crescente popularidade global do grupo.

A empresa sediada em Seul conseguiu um lucro antes de juros (EBITDA) de 126.273 milhões de wones (93,5 milhões de euros), mais 28,2% que no ano anterior, segundo explicou em comunicado.

A Big Hit conseguiu um lucro operativo de 142.414 milhões de wones (105,4 milhões de euros), mais 44,2%, apoiado numa faturação que cresceu 35,6% em termos anuais, até aos 796.283 milhões de wones (589 milhões de euros).

A produtora de conteúdos conseguiu em outubro-dezembro, período em que os BTS lançaram o seu mais recente álbum de estúdio, os seus melhores resultados trimestrais históricos no que toca a faturação e lucro operativo, com 312.288 milhões de wones (231 milhões de euros) e 52.509 milhões de wones (38,8 milhões de euros), respetivamente.

Embora as receitas com concertos tenham caído 98% em 2020 relativamente a 2019 devido aos efeitos da pandemia, a venda de álbuns triplicou, chegando aos 320.597 milhões de wones (237 milhões de euros), enquanto a comercialização de merchandising oficial, conteúdos e material relacionado com os clubes oficiais de fãs aumentaram 53, 71 e 66%.