EFEBruxelas

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, vai começar na próxima quarta-feira com uma visita a Portugal e Espanha uma digressão que a levará a vários países da União Europeia para anunciar a sua aprovação dos planos de investimentos e reformas destinados a superar a crise económica gerada pela pandemia.

A Grécia e a Dinamarca serão os destinos seguintes na quinta-feira, enquanto na sexta a chefe do Executivo comunitário vai estar no Luxemburgo, onde nesse dia se realizará também um conselho de ministros da Economia e Finanças dos 27.

"O plano é entregar o resultado da avaliação e a nossa recomendação ao Conselho para aprovar os respetivos planos de recuperação nacionais", explicou a porta-voz comunitária, Dana Spinant, sobre o propósito da viagem.

Embora se parta do princípio de que as visitas a estes cinco países serão para comunicar a aprovação de Bruxelas, Spinant afirmou que a Comissão ainda tem de finalizar as avaliações e que o colégio de comissários as deve aprovar.

A análise dos planos "está na reta final" mas "ainda há alguns passos", salientou a porta-voz, que explicou que o colégio de comissários pode adotar as avaliações tanto na sua reunião presencial, marcada para a próxima terça-feira, como com um procedimento escrito.

Embora os detalhes da viagem ainda não sejam conhecidos, Von der Leyen deverá visitar projetos que serão financiados graças à ajuda do fundo de recuperação "Next Generation" em cada país, assim como encontrar-se com a imprensa local.