EFEParis

O diretor-executivo da Stellantis, Carlos Tavares, vai deixar o seu cargo no conselho de administração da Airbus no final do seu atual mandato, em 2022, para se dedicar por inteiro à direção do gigante automobilístico.

Em comunicado divulgado esta sexta-feira, a Stellantis anunciou que se trata de uma "decisão pessoal" de Tavares para "consagrar todo o seu tempo profissional" à companhia da qual é o principal responsável.

Trata-se, acrescentou, de levar o "êxito" ao grupo que saiu da fusão em passado janeiro da francesa PSA com a ítalo-americana Fiat-Chrysler num "período de transformação e de evolução da indústria automobilística".

O executivo português, de 63 anos, estava à frente da PSA desde 2014, e em março de 2016 entrou na administração da Airbus, na qual está no seu segundo mandato.