EFEBruxelas

A Comissão Europeia alertou hoje Espanha acerca da sua elevada dívida pública, privada e externa e do alto desemprego, "vulnerabilidades" que as autoridades comunitárias detetam há já vários anos na economia espanhola e que têm "relevância transfronteiriça".

Nas suas recomendações macroeconómicas deste ano, o Executivo comunitário assinala que a dívida dos lares e das empresas mantém-se em níveis superiores aos de antes da pandemia de coronavírus e "excedem os níveis de prudência", enquanto a "elevada" dívida pública face ao PIB é também "bastante superior" ao nível pré-covid.

Quanto ao desemprego, Bruxelas adverte de que continua a haver uma "segmentação" do mercado laboral entre empregos temporários e a tempo inteiro, assim como o elevado desemprego juvenil, embora destaque que "as reformas laborais passadas e recentes e a aplicação contínua do plano de recuperação ajudarão a atalhar as restantes vulnerabilidades de Espanha".